Demi Lovato se  encontra acordada e recuperando após ser hospitalizada por overdose, fato que fez com que seus representantes oficializassem o cancelamento de sua Tour “Tell Me You love Me”, que chegaria ao Brasil em Novembro de 2018. “Demi Lovato está acordada com sua família e gostaria de expressar amor,  um desejo enorme por orações e gratidão” o assessor de Demi compartilha em seu novo post.

Os shows estavam marcados para acontecer em seis cidades de Chile, Argentina e Brasil a partir de 14 de novembro. A turnê passaria por São Paulo (19/11), Rio de Janeiro (21/11), Recife (24/11) e Fortaleza (27/11).

“Algumas das informações que estão sendo divulgadas são incorretas e elas interferem diretamente na privacidade da cantora. Ela gentilmente solicita apenas respeito e privacidade e que ninguém especule sobre sua saúde, já que sua recuperação é mais importante no momento”

Os representantes da cantora Demi Lovato não publicaram nenhum detalhe sobre a sua hospitalização. De acordo com a TMZ, website americano voltado para famosos, a cantora teve uma overdose em sua casa numa manhã de Terça-Feira, após uma grande festa. O site disse que ela foi tratada com Narcan, um antídoto utilizado para controlar overdoses em compostos químicos descendentes de farmacológicos (opióides).

 

A polícia de Los Angeles confirmou que eles receberam uma ligação de emergência para uma mulher de 25 anos de idade que vive na área onde Demi Lovato vive às 11:39 da manhã. Lovato havia lançado recentemente Sober, música que contava como ela havia supostamente tido uma recaída: nas letras ela canta ‘Mãe, sinto muito por não estar mais sóbria/ e papai, me perdoe pelos drinques que estão caídos no chão’

No seu novo documentário “Simplesmente Complicado”, ela diz que começou à usar cocaína com 17 anos e ‘amou’, e então abertamente confessa ter usado drogas ilícitas e lícitas durante anos, além de ter passado por vários transtornos alimentares e problemas com bebida. Ela entrou na reabilitação com 18 anos, onde foi diagnosticada com transtorno bipolar.

A hashtag #PrayForDemi foi trend no Twitter e várias celebridades comentaram sobre o fato, demonstrando empatia e positividade. Nestas foram inclusas:  Missy Elliott, Ariana Grande, Brad Paisley, Kesha, Bebe Rexha, Meghan Trainor, Maren Morris, Kehlani e até Clean Bandit.

Ellen DeGeneres tweetou para dizer que “quebra seu coração que ela está passando por isso. Ela é um ser de luz neste mundo, devemos mandar apenas amor para ela e sua família”